Vimeca abriu inquérito interno ao acidente em Rio de Mouro

Acidente de autocarro em Rio de Mouro

A empresa de transporte rodoviário Vimeca abriu um inquérito interno ao acidente com um dos seus autocarros que aconteceu, esta quarta-feira, em Paiões, freguesia de Rio de Mouro, no concelho de Sintra, e que causou 12 feridos, um deles a merecer maiores cuidados.

“Este acidente está a ser alvo de um inquérito interno para serem averiguadas as causas concretas em que ocorreu”, lê-se num comunicado divulgado pela Vimeca.

A empresa adianta que as condições atmosféricas “eram adversas” na altura do acidente e que o local onde o autocarro se despistou “tem sido alvo de forte sinistralidade rodoviária”.

A Vimeca precisa ainda que o acidente aconteceu com a carreira 160, no sentido Cacém (Estação) – Tabaqueira, “após circulação pelo viaduto por cima do IC19”, tendo o autocarro embatido no separador central, “despistando-se em seguida”.

Segundo disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa, o despiste provocou um ferido grave e 11 feridos ligeiros e ocorreu pelas 13h40.

Na zona do acidente estiveram elementos da PSP, operacionais dos Bombeiros Voluntários da Agualva Cacém, Proteção Civil de Sintra, além de duas viaturas médicas, uma do hospital Fernando da Fonseca, na Amadora, e outra do hospital São Francisco Xavier, em Lisboa.

No comunicado, a Vimeca lamenta o acidente e diz estar a acompanhar as vítimas e a prestar-lhes “todo o apoio necessário”