Rui Rio, presidente do Partido Social Democrata (PSD) | Foto: arquivo

O presidente do PSD disse hoje não entender o mal-estar de alguns autarcas do partido com o anúncio dos candidatos às eleições locais e avisou que, se começaram a portar-se “menos bem”, podem ser “rapidamente postos para o lado”.

“Até podem, alguns, estarem à beira de ser homologados e, de repente, começam a portar-se menos bem e podem ser rapidamente postos para o lado e abrimos o processo do princípio“, avisou Rui Rio.

O líder social-democrata insistiu que o processo que levou ao anúncio de mais de 70 candidatos do partido às autárquicas foi em tudo semelhante aos anteriores, que não geraram qualquer polémica interna.

“Eu sou uma pessoa, às vezes, intelectualmente limitada e há coisas que eu não consigo entender. Eu já aqui ando há muitos anos, isto que aconteceu esta semana é rigorosamente igual àquilo que eu vi anos atrás”, afirmou Rui Rio, em declarações aos jornalistas no Porto, onde esteve reunião com o Movimento a Pão e Água, que reúne empresários da restauração, bares, comércio, hotelaria e eventos.

O social-democrata salientou que, salvo “situações absolutamente extraordinárias”, sempre foi prática do PSD apoiar os presidentes de câmara do partido em exercício. “O que o secretário-geral disse foi isto, portanto eu não consigo entender o resto”, defendeu.

Ainda sobre as eleições autárquicas deste ano, o presidente do PSD revelou ainda que até ao final do mês de março, será o anunciado o candidato à Câmara do Porto.