Morreu, Carmen Dolores | Foto: TVI24

A atriz Carmen Dolores morreu esta terça-feira, aos 97 anos. A informação foi confirmada pelo encenador e amigo Carlos Avilez que diz que a atriz faleceu em casa, ainda durante o dia de ontem, ao final da tarde.

Também no facebook o encenador Jorge Silva Melo, partilhou uma fota da atriz.

Carmen Dolores nasceu a 22 de abril de 1924, em Lisboa, e deu os primeiros passos da carreira, aos 14 anos, no teatro radiofónico do Rádio Clube Português.

A estreia no cinema aconteceu aos 19 anos, no filme “Amor de Perdição” (1943), o romance de Camilo Castelo Branco levado à tela pelo realizador António Lopes Ribeiro. Desempenhou o papel de Teresa.

Carmen Dolores foi condecorada com o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, pelo então Presidente da República Jorge Sampaio.

Em 2018, o atual chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, agraciou a atriz com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Mérito, numa homenagem no Teatro da Trindade, em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa já lamentou a morte da atriz, enaltecendo “a sua carreira distinta”, com “rigor e elegância” no teatro e em momentos importantes do cinema português.

Numa mensagem de pesar publicada no portal da Presidência da República na Internet, o chefe de Estado recorda que, “em 11 de julho de 2018, a sala principal do Teatro da Trindade, em Lisboa, passou a chamar-se Sala Carmen Dolores” e que nessa ocasião entregou à atriz as insígnias de Grande-Oficial da Ordem do Mérito, “uma das muitas distinções que lhe foram conferidas”. 

“Esse reconhecimento, expressivo, simultâneo e constante, do público, dos pares e dos responsáveis políticos, é tão significativo quanto justo, tendo em conta o talento de Carmen Dolores, a sua carreira distinta e uma certa ideia de estar em palco e de estar no espaço público”, considera o chefe de Estado.

Fotografia: TVI24