Portugal com novo máximo de 167 mortes e 6.702 casos de covid-19

A Direção-Geral da Saúde (DGS) regista nas últimas 24 horas, 167 óbitos — um novo recorde da pandemia — e 6702 novos casos de covid-19.

Covid-19 | arquivo

O boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que nas últimas 24 horas morreram 167 pessoas com Covid-19 e há registo de 6.702 novas infeções. Desde o início do ano já morreram mais de duas mil pessoas com a doença em Portugal.

Relativamente às 167 mortes registadas nas últimas 24 horas, 70 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 42 na região Norte, 38 na região Centro, 14 no Alentejo e 3 no Algarve. Segundo os dados, a maioria dos novos casos notificados de hoje estão na região de Lisboa e Vale do Tejo e na região Norte.

O boletim revela que a região de Lisboa e Vale do Tejo registou 2.643 novas infeções por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas. Na região Norte foram notificadas mais 2.109 infeções, contabilizando-se até agora 258.317 casos e 3.760 mortes. Na região Centro registaram-se mais 1.217 casos, acumulando-se 74.568 infeções e 1.440 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 258 casos, totalizando 18.458 infeções e 414 mortos desde o início da epidemia em Portugal. A região do Algarve tem hoje notificados 239 novos casos, somando 12.699 infeções e 122 mortos.

Madeira registou 137 novos casos. Esta região autónoma contabiliza 2.744 infeções e 26 mortes devido à covid-19. Na Região Autónoma dos Açores foram registados 99 novos casos nas últimas 24 horas, somando 3.011 infeções e 22 mortos.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguido da faixa etária entre os 70 e os 79 anos. Do total de 9.028 mortes relacionadas com a covid-19, 6.082 atingiram pessoas com mais de 80 anos, 1.841 com idades entre os 80 e os 70 anos e 757 tinham entre os 60 e os 69 anos.

Em Portugal, morreram 9.028 pessoas dos 556.503 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde. Esta segunda-feira voltou a bater-se o recorde de óbitos, com 167 mortes.