Prisão preventiva para “gang” em Sintra que assaltava idosos

Tribunal de Sintra decretou prisão preventiva a cinco dos sete indivíduos detidos na quarta-feira, por 197 crimes de roubo e furto qualificada a idosos.

GNR | arquivo

O Tribunal de Sintra aplicou a medida de coacção de prisão preventiva a cinco dos sete indivíduos detidos na quarta-feira, por 197 crimes de roubo e furto qualificada a idosos em 13 distritos do país.

Os assaltantes – residentes na Linha de Sintra – quatro mulheres e três homens, com idades entre os 26 e os 63 anos, foram detidos por suspeitas de furtos a idosos nos distritos de Castelo Branco, Guarda, Aveiro, Braga, Évora, Faro, Lisboa, Portalegre, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

Os suspeitos foram ouvidos pelo juiz de instrução do Tribunal de Sintra que decretou prisão para cinco.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) informou que os idosos que foram alvo de roubos viviam habitualmente sozinhos e em situação vulnerável.