Motorista que denunciou Cláudia Simões espancado em Massamá

    O motorista da Vimeca, que chamou a polícia para denunciar no domingo Cláudia Simões, foi esta sexta-feira agredido em Massamá.

    Foi agredido esta sexta-feira à noite em Massamá, um motorista da Vimeca, a mesma empresa a que pertence o condutor que, no domingo passado, chamou a Polícia para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alega ter sido depois espancada pelo agente da PSP que a deteve.

    A informação inicial avançada pelo JN, dava conta que a vítima das agressões seria o motorista que denunciou Cláudia Simões à Polícia, por a filha viajar sem bilhete. Agora, o porta-voz da PSP, Nuno Carocha, esclarece todas as dúvidas e confirma em declarações à TVI24 que o motorista agredido é o mesmo que denunciou Cláudia Simões à PSP. 

    Segundo o porta-voz da direção nacional da PSP, “a agressão ocorreu quando o motorista estacionou o autocarro da Vimeca na paragem de Massamá, na Avenida 25 de abril e se preparava para fazer um novo percurso”.

    O motorista foi encaminhado para o hospital Amadora-Sintra, com ferimentos de alguma gravidade” no nariz e no maxilar, indicou o intendente Nuno Carocha.

    A PSP encontra-se no local e “já referenciou algumas pessoas”, adiantou o porta-voz.

    • Sintra Notícias com Jornal de Notícias
    • Fonte de imagens: SIC
    • [atualizada, às 00h29]