Ribeira da Lage vai criar “nova centralidade” nas Mercês

Qualificação do Largo das Mercês enquanto centralidade urbana e na valorização e reabilitação do espaço público

Basílio Horta, acompanhado pelos presidentes de Junta de Freguesia, Valter Januário de Algueirão Mem Martins e Bruno Parreira de Rio de Mouro, destacou o “trabalho de todos os presidentes de Junta de Freguesia”, do concelho de Sintra

No âmbito da estratégia de requalificação da Ribeira da Lage, prevista no Programa Estratégico de Reabilitação Urbana da ARU de Mem Martins / Rio de Mouro, foi assinado, na passada sexta-feira, o auto de consignação para a requalificação do Largo das Mercês.

Num valor estimado de 350 mil euros e prazo de execução de nove meses, os trabalhos inserem-se no reforço e qualificação do Largo das Mercês enquanto centralidade urbana e na valorização e reabilitação do espaço público.

Na apresentação desta requalificação, o presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta, lembrou que esta obra é exemplo que “Sintra é um concelho em todo o seu território, feito para as pessoas, e tanto direito tem o cidadão que mora no centro histórico da vila, como o cidadão que vive mais afastado, nas periferias”.

A intervenção incluí a integração do espaço público existente no parque urbano da Ribeira da Laje, o tratamento do pavimento existente, a criação de atravessamento pedonal, a implementação de mobiliário urbano, a redução do canal viário em beneficio do espaço pedonal com criação de espaço público e de continuidade no troço nascente da Rua Nuno Gonçalves e a introdução do circuito de manutenção adequado à população local.

Com 4.500 m², o espaço do projeto engloba três zonas: o Largo, constituído por duas áreas distintas separadas pela ribeira; uma pequena área de estacionamento a Nascente, separada pelo Largo pela Rua Dr. Fernando de Barro; e a Poente, a uma cota superior, as áreas pedonais e o entroncamento viário entre a Rua Nuno Gonçalves e a Rua Abade Faria.

A requalificação da Ribeira da Lage já decorre entre Mem Martins e o Parque Urbano da Serra das Minas, em Rio de Mouro. Numa extensão de 2,3 km e área de intervenção de 13,5 hectares, o município de Sintra está a investir mais de 2 milhões de euros para criar um corredor verde entre estas duas freguesias urbanas do concelho.

A requalificação da Ribeira da Lage já decorre entre Mem Martins e o Parque Urbano da Serra das Minas, em Rio de Mouro