O Palácio Biester em Sintra abre para visitas, no dia 30 de abril | Foto: Foto: Rui Webb Photography / Sintra - Património Mundial/World Heritage

O Palácio Biester edifício revivalista, que combina várias influências, especialmente neogóticas e românticas, abre portas pela primeira vez ao público, no dia 30 de abril.

Localizado na Estrada da Pena, perto da Quinta da Regaleira, o palacete remonta aos finais do século XIX. “Considerada uma das obras mais representativas do arquiteto José Luís Monteiro no âmbito da arquitetura doméstica, a Casa Biester distingue-se ainda pela articulação da arquitetura com as artes decorativas, para o que contribuiu a existência de uma equipa de artistas a trabalhar num período temporalmente limitado”, refere a Direção-Geral do Património Cultural.

As maravilhas projetadas pelo arquiteto em conjunto com a família do dramaturgo Ernesto Biester sobreviveram à recente recuperação do palácio. Sendo os Biester grandes fãs das artes, é natural que encontre vários quadros do artista Luigi Manini — cujas obras marcam presença também na Quinta da Regaleira.

O convite é para apreciar a “exuberância detalhista”, a “decoração prenhe de entalhamentos minudenciosos” e os “frescos vivíssimos”, a “arte profusa que adorna as paredes palacianas”, “vislumbres precoces da Art Nouveau francesa”, as “influências neogótica, inglesa e alpina” – um conjunto singular de referências que “fazem do imóvel um exemplo notável da arquitectura romântica”.

bilhete terá um custo de 10€ para todos os visitantes com idades compreendidas entre os 13 aos 65 anos. Os miúdos entre os seis e os 12 pagam apenas 5€ (tal como todos aqueles que tenham entre 66 e 79). Todos os outros têm entrada gratuita. Além disso, pode comprar um bilhete-família que inclui dois adultos e dois jovens e custa 25€.


Sintra Notícias com jornal Público
Fotografia: Rui Webb Photography / Sintra – Património Mundial/World Heritage