Morreu Énio Abreu guarda-redes de hóquei em patins do Paço de Arcos

Inicialmente, o jovem de 20 anos foi diagnosticado com uma gripe, que acabou por evoluir para uma infeção generalizada, acabando por falecer.

Énio Chaves, guarda-Redes do Paços de Arcos | Foto: Jornal A Bola

O guarda-redes de hóquei em patins do Paço de Arcos, Énio Abreu, morreu esta quarta-feira, devido a uma infeção grave, anunciou o clube através da sua página oficial de facebook

Énio Abreu, guarda-redes de hóquei em Patins do CD de Paço de Arcos, em Oeiras

“É com profundo pesar e consternação que informamos que o nosso amigo e colega, Énio Abreu, após uma árdua luta pela sobrevivência e no dia em que fez precisamente um mês de internamento, não conseguiu sobreviver à provação em que se encontrava”, lamenta com pesar e consternação a direção do CD Paços de Arcos, adiantando que esta quinta-feiram 16 de janeiro, será rezada uma missa por sua intenção, na Igreja Paroquial de Paço de Arcos, pelas 19h00.

O jovem desportista de 20 anos de idade, esteve internado durante um mês, no Hospital Central da Madeira no Funchal, onde se tinha dirigido para um jogo, no entanto acabou por não resistir à infeção e morreu esta quarta-feira.

Inicialmente, o jovem de 20 anos foi diagnosticado com uma gripe, que acabou por evoluir para uma infeção generalizada, acabando por falecer.

Fotografia: Jornal A Bola