Câmara de Sintra vai manter taxa de IMI nos 0,33%

IMI | "O nosso objetivo é manter esta trajetória de eficiência financeira e alcançar, gradualmente e de forma responsável, a taxa mínima de 0,30", destaca Basílio Horta.

Avenida Heliodoro Salgado, na União das Freguesias de Sintra | Foto: arquivo

A Câmara de Sintra vai aprovar esta sexta-feira, em reunião de executivo municipal, a manutenção do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) nos prédios urbanos em 0,33%, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a autarquia refere que a taxa de IMI em 2015 era de 0,39, tendo descido em quatro anos para os 0,33. Esta descida coloca, “Sintra entre os cinco concelhos da Área Metropolitana de Lisboa com as taxas mais baixas de IMI”, adianta a autarquia.

Os limites legais preveem um intervalo entre os 0,3% e os 0,45% do IMI para os prédios urbanos, e até 0,8% em prédios rústicos.

“O nosso objetivo é manter esta trajetória de eficiência financeira e alcançar, gradualmente e de forma responsável, a taxa mínima de 0,30”, sublinhou Basílio Horta, presidente da Câmara de Sintra, citado numa nota da autarquia à imprensa.

O município vai optar também por passar de 15% para 25% a redução da taxa de IMI sobre imóveis com eficiência energética, medida aplicada pela primeira vez em 2018.

Segundo o comunicado, outra das novidades é a “redução em 50% a taxa sobre imóveis integrados em áreas classificadas”, além da “isenção de derrama para lucros até aos 150 mil euros.”

Recorde-se, em Sintra, a taxa de IMI triplica no caso de imóveis que se encontrem em ruínas ou devolutos há mais de um ano.