A Câmara Municipal de Sintra vai entregar ao governo, no dia 29 de junho, dia do Município, a chaves do novo Hospital de Sintra, que começará a funcionar na primeira semana de Outubro, com serviço de urgências, consultas e dois blocos operatórios, anunciou esta manhã em reunião de Câmara, o presidente da Câmara, Basílio Horta.

“O município de Sintra vai entregar as chaves ao Ministério da Saúde, no dia 29 de junho”, anunciou o autarca. “O Hospital está feito e será entregue ao Serviço Nacional de Saúde”, adiantou o autarca considerando que a construção do edifício, “é um momento importante” para o município e que esta “é uma obra de todos e que serve o concelho”, representando um “investimento dos contribuintes de cerca de 60 milhões de euros”, dos quais cerca de 50 milhões já pagos.

“O Hospital começará a funcionar na primeira semana de outubro, com o serviço de urgências, consultas e dois blocos operatórios”, referiu o autarca, esclarecendo que o seu funcionamento, numa primeira fase, será assegurado pelo Hospital Amadora-Sintra.

Basílio Horta em reunião de Executivo da Câmara Municipal de Sintra | Imagem: Frame de vídeo

Recorde-se, o novo hospital sediado na Cavaleira, na Freguesia de Algueirão Mem Martins, vai abrir por fases, a primeira das quais ‘os serviços de urgência médica’, ‘diagnóstico’ e ‘consultas’, dispondo de ‘novas valências’ em relação ao hospital Doutor Fernando da Fonseca e uma ligação à Faculdade de Medicina Católica, em Sintra.

A nova unidade hospital tem 70 camas para internamento hospitalar, número que poderá ser alargado até às 140, para dar resposta a novas consultas de especialidade.

O conjunto de valências do novo equipamento de saúde, conta com o serviço de urgência básica, consultas externas, cirurgia ambulatória, unidade de saúde mental, meios complementares de diagnóstico e terapêutica, medicina física de reabilitação, unidade de cuidados continuados e farmácia.

[em atualização]