Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Sintra (SMAS de Sintra) vão apoiar a segunda edição do projeto Sintra Edu Green STEAM (Science, Technology, Engineering, Arts and Mathematics), que culminará no sábado, dia 25 de maio.

O projeto vai terminar com uma mostra de produtos tecnológicos e partilha de experiências, a ter lugar no Centro Lúdico de Massamá, a partir das 10h00, e uma corrida de veículos movidos a energia solar, pelas 14h00, na pista do Real Sport Clube de Massamá.

À semelhança do que aconteceu em anos anteriores, “os SMAS de Sintra vão reforçar as preocupações ambientais da iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Sintra, através da cedência de contentorização de recolha de resíduos, assim como potenciar a redução de produção de resíduos com distribuição de recipientes reutilizáveis de abastecimento de água”, pode ler-se em nota enviada ao SINTRA NOTÍCIAS.

O projeto pretende sensibilizar para a educação ambiental e para a sustentabilidade, promovendo ações em relação à importância de fontes de energia alternativas, assim como proporcionar atividades inovadoras ao nível da aprendizagem. “Pretende, ainda, assumir-se como mobilizador de práticas educativas promotoras de diminuição da pegada ecológica, dando origem a produtos inovadores na área, por exemplo, da energia solar, mas também no domínio da tecnologia de combustão a hidrogénio“, pode ler-se.

Com a participação de 17 equipas de 11 agrupamentos escolares públicos e de uma entidade educativa privada, a Carlucci American International School of Lisbon (com sede no Linhó), o projeto divide-se em duas modalidades: por um lado, a construção ou adaptação de veículo solar e, por outro, o desenvolvimento de um produto tecnológico. Os resultados serão apresentados no evento final, no dia 25 de maio.

Além do desenvolvimento de produtos tecnológicos e da execução de veículos movidos a energia solar, que mostrarão as suas capacidades na pista do Real Sport Clube, em Monte Abraão, o projeto compreendeu a realização de ateliês de desenvolvimento de competências STEAM, por parte do Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva (Casal de Cambra), que permitiram dotar os jovens de competências ao nível das energias renováveis.

Fotografia: JCS