Foto | Escola Secundária Matias Aires / Facebook

Em reunião de executivo da autarquia aprovou a realização de empreitada de substituição de caixilharias de escolas secundárias e ainda a abertura do concurso público para a empreitada de conservação e beneficiação de escolas básicas de Sintra e a realização da empreitada de substituição de caixilharias de escolas secundárias.

“O setor da educação continua a ser uma das prioridades da autarquia. Investir na educação é uma melhores estratégias para construir o nosso futuro coletivo”, disse na ocasião, Basílio Horta, presidente da Câmara Municipal de Sintra.

Com um investimento de cerca de 1 milhão e 500 mil euros, a empreitada de substituição de caixilharias de escolas secundárias é constituída por 5 lotes e abrange as Escolas Secundárias Leal da Câmara, Gama Barros, Matias Aires, Stuart Carvalhais e Miguel Torga.

Empreitada de conservação de escolas Básicas

Por sua vez, a empreitada de conservação e beneficiação de escolas básicas de Sintra terá um valor superior a 600 mil euros e prazo de execução de quatro meses.

Realizada em 4 lotes, serão alvo de intervenção as escolas básicas de Casal de Cambra, Fernando Formigal de Morais, Rio de Mouro, Serradas, Cortegaça, Montelavar, Pêro Pinheiro, Sabugo e Vale do Lobo, Meleças, Queluz, Massamá, Monte Abraão e Jardins de Infância de Montelavar, Camarões, Morelena, Palmeiros, Cacém e Arneiro dos Marinheiros.

Esta empreitada visa garantir as boas condições de funcionamento dos estabelecimentos de ensino, através da adoção de medidas para garantir a estanquidade dos edifícios, designadamente das fachadas. Para o efeito está prevista a reparação e pintura das fachadas e correção de patologias identificadas.

Recorde-se que o Plano de Investimentos nas Escolas de Sintra foi apresentado em março de 2018 e prevê a intervenção em 98 estabelecimentos de ensino, compreendendo mais de 30 mil alunos, num investimento total de cerca de 24 milhões de euros dos quais 3 250 milhões de fundos comunitários.

Fotografia: Escola Secundária Matias Aires / facebook