“Evolução da situação está a ser muito rápida” admite Marta Temido

CORONAVÍRUS | Marta Temido, ministra da Saúde, avisa que "é inevitável" que o país entre na fase de mitigação "dentro de horas ou dias"

Marta Temido, ministra da Saúde | Foto: arquivo

A ministra da Saúde reconhece que não será possível conter o contágio de infeções por Covid-19 por muito mais tempo, adiantando no Parlamento que nas últimas 24 horas há mais casos confirmados em Portugal, adianta a SIC Notícias.

Marta Temido, que está a ser ouvida numa audição regimental, sobre o que está a ser feito para reforçar a linha SNS 24, admite que “é inevitável que entremos na fase de mitigação dentro de horas ou dias” porque “a evolução da situação está a ser muito rápida”.

Por isso, garante que os planos para esta nova fase estão a ser preparados. Uma das preocupações que os deputados sublinharam, fazendo eco das queixas dos profissionais, é a falta de equipamentos de proteção individual. Marta Temido refere as restrições que houve no mercado e a forma como Portugal procurou reforçar os stocks.

Além da compra conjunta por parte da Comissão Europeia, que vai avançar na próxima semana, Marta Temido garantiu que “estamos a comprar todas as quantidades existentes no mercado”, incluindo com pagamentos antes da entrega. No entanto, não consegue dizer quando vão poder chegar aos profissionais.