Concurso público do novo hospital de Sintra ‘lançado até final de junho’

    O Novo Hospital de Sintra fez parte da agenda de reunião do Conselho Estratégico Empresarial, que contou com a presença da Ministra da Saúde, Marta Temido e do presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta.

    Reunião do Conselho Estratégico Empresarial, no Palácio Valenças, em Sintra | Foto: arquivo

    O projecto de construção do novo Hospital de Sintra foi apresentado esta terça-feira no Conselho Estratégico Empresarial, numa reunião que contou com a presença da ministra da Saúde, Marta Temido, no Palácio Valenças, em Sintra.

    Segundo a autarquia, neste momento está a ser finalizado o caderno de encargos, “estimando-se que o concurso público da empreitada possa ser lançado até ao final do primeiro semestre deste ano”.

    “A construção do novo hospital é um bem fundamental, e não apenas um hospital, é o reflexo da gestão autárquica e que deve ser acompanhada de perto pelo Governo”, sublinhou Basílio Horta, destacando a “colaboração intimista entre a Câmara e os serviços do Ministério da Saúde, que permitam a construção do hospital já em 2021”, disse o presidente da Câmara de Sintra

    A ministra da Saúde, Marta Temido, presente nesta reunião, destacou que “é meta do governo implementar medidas de solução, que permitam à população ter médico e enfermeiros de família e a hipótese de ter um secretário clínico nos cuidados de saúde de apoio às equipas multidisciplinares”.

    Novo Hospital na Cavaleira

    Localização do novo Hospital de Sintra, na Cavaleira, freguesia de Algueirão-Mem Martins

    O futuro Hospital de Sintra, que será construído no bairro da Cavaleira, no Algueirão, freguesia de Algueirão-Mem Martins, destina-se a servir 400 mil utentes representando um investimento da autarquia de cerca 30 milhões de euros no projeto, fiscalização e obra, cabendo ao Estado assume 21 milhões de euros com aquisição do equipamento médico, geral e informático.

    O hospital será composto por serviço de ambulatório, consultas externas e exames, unidade de saúde mental, medicina física de reabilitação, central de colheitas e os meios complementares de diagnóstico e terapêutica, unidade de cirurgia de ambulatório com bloco de cirurgia e recobro, serviço de urgência básica para servir cerca 60 mil urgências, [cerca de metade das realizadas no Hospital Amadora/Sintra], Unidade de Convalescença com 60 camas, farmácia, Unidade de Esterilização e ainda um espaço para ensino e formação.

    Recorde-se, os novos centros de saúde em funcionamento no concelho de Sintra desde 2018 servem mais de 170 mil pessoas, num investimento global de mais de 8 milhões de euros. Estão concluídos e a funcionar quatro centros de saúde: Queluz, Almargem do Bispo e Sintra e Agualva, e em fase de construção o Centro de Saúde de Algueirão-Mem Martins, representando um investimento de 4 milhões de euros, que servirá 60 mil pessoas.

    Já no final de 2018 foi assinado um novo protocolo entre o Governo e o Município de Sintra que irá permitir a construção do centro de Saúde de Belas.