Lina Andrês é candidata à concelhia de Sintra pelas ‘Mulheres Socialistas’

    O acto eleitoral para Coordenadora da Concelhia de Sintra do Partido Socialista (PS) no âmbito da estrutura “Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID)", decorrerá no mesmo dia em que se realizam eleições para a Concelhia de Sintra do PS, no dia 31 de Janeiro.

    Lina Andrês

    Lina Andrês, é candidata a Coordenadora da Concelhia de Sintra do Partido Socialista (PS) no âmbito da estrutura “Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID)”, iniciativa que já existe a nível nacional e distrital e que agora é alargada às concelhias do PS.

    A nova estrutura surge depois de aprovada uma alteração aos estatutos do Partido. O acto eleitoral decorrerá no mesmo dia das eleições para a Concelhia do PS de Sintra, que terá lugar no dia 31 de janeiro.

    “Esta estrutura funcionará como uma continuidade da estrutura nacional das ‘Mulheres Socialistas’, através das quais tem como propósito, reforçar a presença e a participação das mulheres na ação politica e no território”, destaca Lina Andrês, na sua página de facebook, onde anunciou a sua disponibilidade em avançar com a candidatura.

    “Com o aproximar do calendário eleitoral interno, aceitei o desafio, que me foi colocado por mulheres socialistas sintrenses, para me candidatar a esta nova dimensão de trabalho das mulheres”, explica Lina Andrês, que já está a desenvolver encontros com militantes, para apresentação dos objectivos e propósitos da candidatura.

    “Pretendemos com esta candidatura a união de todas as mulheres socialistas, com o objetivo de reforçar a igualdade e direitos do colectivo”, sublinha Lina Andrês, que apela à participação, “para esta nova jornada no Concelho de Sintra”.

    Mulheres de Sintra

    Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID)

    Recorde-se, “Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID)” são estruturas do Partido Socialista, com autonomia e organização próprias, e têm como objetivo promover uma efetiva igualdade de direitos entre mulheres e homens, a participação paritária em todos os domínios da vida política, económica, cultural e social e a sua intervenção na atividade do Partido, numa integração transversal pelos direitos humanos, liberdades e garantias de mulheres e homens.

    As recentes alterações aos estatutos do PS, vão possibilitar que as concelhias possam implantar esta estrutura, a nível concelhio, no âmbito de um processo eleitoral interno, que se realiza no dia 31 de janeiro e que resultará a eleição da Coordenadora, do Secretariado e da Comissão Política Concelhias, para um mandato de dois anos.

    Lina Andrês e Otília Reis, são candidatas à liderança da Coordenadora Concelhia de Mulheres Socialistas de Sintra, Igualdade e Direitos, que surge pela primeira vez depois de aprovadas as alterações estatutárias do Partido Socialista em 2018.