Circulação na Ponte 25 de Abril interditada a pesados e motociclos

    A circulação de veículos pesados de mercadorias com lona e de ciclomotores foi interditada pelas 18h00 de hoje na Ponte 25 de Abril, enquanto a circulação ferroviária faz-se de forma alternada, informou a Proteção Civil.

    “Está interditada a circulação de veículos pesados de mercadorias com lona, assim como motociclos na Ponte 25 de Abril [que liga Lisboa a Almada, no distrito de Setúbal]”, afirmou à Lusa o comandante Rui Laranjeira, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

    Segundo o comandante, “a circulação ferroviária processa-se de forma alternada”, com um comboio de cada vez.

    Rui Laranjeira referiu ainda que, de acordo com a Lusoponte, as pontes 25 de Abril e Vasco da Gama “estão com restrições às velocidades máximas de circulação”.

    Fonte da Lusoponte, concessionária das duas infraestruturas, adiantou que não se pode circular a velocidade superior a 80 quilómetros/hora na Ponte Vasco da Gama. Já na Ponte 25 de Abril, a velocidade está limitada a 60 quilómetros/hora.

    “Estamos a acompanhar o evoluir das condições meteorológicas e faremos alterações de acordo com a situação”, acrescentou a fonte.

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje sob aviso vermelho nove distritos – Viseu, Guarda, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra, Braga, Porto, Vila Real e Viana do Castelo – em diferentes períodos do dia, devido à previsão de chuva forte e rajadas de vento superiores a 100 quilómetros por hora.

    No Alentejo, Beja e Portalegre integram o ‘lote’ de distritos sob aviso laranja para precipitação, vento ou agitação marítima, enquanto o distrito de Évora está só com avisos amarelos.

    A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou na quarta-feira a população para o agravamento das condições meteorológicas, com precipitação forte e persistente, vento forte nas terras altas e agitação marítima forte em toda a costa.