Prolongada interdição de trânsito na Serra de Sintra por 24 horas

Decisão da Câmara de Sintra fundamenta-se no alerta da Proteção Civil e na classificação de risco elevado de incêndio pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Serra de Sintra, posto vigilância da Pedra Amarela

O alerta laranja, para elevado risco de incêndio, foi prolongado por 24 horas na Serra de Sintra, mantendo-se encerrado o trânsito naquele perímetro até às 23:59 de domingo, anunciou em comunicado, esta exta-feira a Câmara de Sintra.

A decisão do presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta, fundamenta-se no alerta da Proteção Civil e na classificação de risco elevado de incêndio pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), pode ler-se no comunicado.

“Urge proteger quem vive e visita Sintra, com a adoção de medidas adequadas no âmbito da Proteção Civil”, lê-se no documento, em que se destaca o património classificado pela UNESCO.

Continuam a poder circular veículos de moradores e de empresas locais, transportes públicos, veículos de socorro e as entidades que integram o Sistema Municipal de Proteção Civil. A situação será avaliada de 12 em 12 horas, de acordo com a mesma informação.

De forma a melhorar a mobilidade dentro da Vila de Sintra e a responder ao fluxo de visitantes, a Câmara de Sintra informa que “é disponibilizado transporte gratuito dos dois parques de estacionamento periféricos, localizados na Portela de Sintra e na Cavaleira, para a estação de comboios de Sintra.  Na estação de comboios de Sintra, o visitante já terá acesso aos serviços de ligação aos pontos de interesse turístico da região”, refere o documento-

“A Serra de Sintra integra uma região de proteção classificada sensível ao risco de incêndio florestal, caracterizada por um elevado número de visitantes”, sublinha a autarquia.

Recorde-se, os condicionamentos de trânsito tiveram início na quarta-feira.