Empresas vão apoiar ação da No Bully Portugal na Escola Secundária Gama Barros, no Cacém (Sintra)

A Beltrão Coelho, empresa especialista em managed print services, e a Omnova Solutions Portugal, empresa química, sediada em Mem Martins, cuja atividade principal é o fabrico de produtos (resinas e emulsões) para revestimentos, associaram-se à No Bully Portugal na luta contra o bullying nas escolas portuguesas.

A No Bully Portugal é uma associação sem fins lucrativos, criada para acabar com obullying em Portugal. Representa a organização No Bully, fundada em São Francisco, nos Estados Unidos, em 2003. 

O Sistema No Bully é um processo que pretende prevenir e acabar com o bullying nas escolas. Forma professores, funcionários, técnicos e pais num método revolucionário baseado na empatia entre alunos.

Com 15 anos de implementação, ensina os educadores a reunir os alunos envolvidos no bullying e levá-los a encontrarem soluções para ajudar quem está a ser atacado. A nível global, este programa já foi aplicado em mais de 200 escolas e, em cerca de 90% dos casos, o bullying acaba e o alvo sente-se mais seguro e integrado.

O Sistema No Bully é um processo passo a passo de intervenções para prevenir e parar o bullying nas escolas

Em Portugal, este programa já foi implementado em quatro escolas na zona de Lisboa, onde formou professores, auxiliares, técnicos e pais na sua metodologia anti-bullying. Envolveu também os alunos dessas escolas em atividades de turma, através de jogos, debates e dinâmicas de grupo.

Para este ano, está prevista a intervenção em mais três escolas públicas do distrito de Lisboa: Escola Básica 2,3 das Olaias (Lisboa), Escola Secundária Gama Barros (Sintra) e na Escola Básica 2,3 Moinhos da Arroja (Odivelas).

Nesse sentido, a Beltrão Coelho e a Omnova decidiram associar-se à No Bully Portugal, proporcionando a implementação do Sistema No Bully na Escola Secundária Gama Barros, no Cacém, concelho de Sintra.

Além disso, alguns colaboradores destas duas empresas irão participar em algumas sessões, juntamente com a equipa da No Bully Portugal, como observadores.

Programa de sensibilização vai decorrer na Escola Gama Barros, no Cacém

“O bullying é um problema de todos, que afeta crianças e jovens de todos os quadrantes e deve ser encarado de frente. A No Bully desenvolveu um sistema ganhador, pois ensina pais e profissionais de educação a lidar com este problema, ao mesmo tempo que tenta transmitir às crianças e jovens valores como a empatia, o respeito e a inclusão. É importante ensinar os jovens de hoje, pois serão estes os líderes do futuro, representando o que queremos ver na nossa sociedade e organizações”, sublinha Ana Cantinho, diretora-geral da Beltrão Coelho.

“O Bullying é um dos flagelos do nosso tempo. Afeta muitas crianças e jovens e, em muitos casos, tem consequências que se fazem sentir ao longo de toda a vida daqueles que dele sofreram. É uma obrigação de todos contribuir para o debelar. A No Bully aposta claramente em contribuir para a sua minimização/eliminação, ao atuar junto de toda a comunidade educativa – alunos, pais, professores, etecetera. São associações como a No Bully que contribuem para fazer a diferença e mudar a nossa sociedade”, refere Paula Miranda, diretora da Qualidade e Ambiente e elemento do Grupo Coordenador da Responsabilidade Social da Omnova Portugal.

Criar um país sem bullying, onde todas as crianças e jovens se possam sentir felizes e seguros