Sintra escolhida para Conferência ‘ONCA 2018’

A 'ONCA – Optimal Nutritional Care for All', tem como objetivo partilhar conhecimentos e coordenar esforços para garantir um bom cuidado nutricional para todos, em prol do combate à mal nutrição associada à desnutrição

Foto | Parques de Sintra

O município de Sintra vai receber, nos dias 12 e 13 de novembro, no MU.SA – Museu das Artes de Sintra e no Centro Cultural Olga Cadaval, a conferência europeia ONCA – Optimal Nutritional Care for All, com o objetivo de partilhar conhecimentos e coordenar esforços para garantir um bom cuidado nutricional para todos, em prol do combate à mal nutrição associada à desnutrição.

A Câmara de Sintra associa-se a esta iniciativa promovida pelo The European Nutrition for Health Alliance, que conta também com o apoio do Ministério da Saúde, e que terá a participação de 18 países europeus, trazendo a Sintra sociedades médicas, clínicos, dietistas, agentes políticos de diversos países e grupos de defesa do doente.

A campanha ONCA apoia os diferentes países na implementação do rastreio nutricional e na otimização dos cuidados nutricionais, construindo e acelerando a disseminação de boas práticas, tendo como objetivo que todos os indivíduos malnutridos ou com risco de malnutrição sejam sistematicamente rastreados, avaliados e tenham acesso a cuidados nutricionais adequados, equitativos e de alta qualidade.

Procura, assim, reduzir substancialmente a incidência da malnutrição associada à doença em todos os países europeus.

Neste congresso serão mostrados os primeiros resultados de um projeto que irá proporcionar a todos um bem essencial a qualquer ser humano: uma nutrição adequada para todos, quer em ambiente hospitalar quer no ambulatório, num regime de equidade de acesso em termos financeiros e geográficos.

A participação de Portugal (membro efetivo da campanha internacional desde dezembro de 2016) na campanha ONCA permitirá produzir resultados significativos para a melhoria dos cuidados nutricionais à população portuguesa e reverter a ausência de acessibilidade relativamente aos cuidados nutricionais na comunidade.