Investimento de mais cinco milhões nos espaços escolares no Cacém e São Marcos

Durante a última presidência aberta à União das Freguesias do Cacém e São Marcos, a Câmara de Sintra apresentou o plano de investimentos em equipamentos educativos para a freguesia de cerca de 5 milhões de euros, na requalificação dos estabelecimentos de ensino, nomeadamente nas escolas EB1, EB2/3, escolas secundárias e na Escola Profissional de Recuperação do Património de Sintra, na Antiga Fábrica da Melka.

O plano de intervenção para as escolas desta união de freguesias passou pela conservação e reabilitação dos edifícios, requalificação energética, requalificação de cozinhas e requalificação de logradouros, com o objetivo de inverter a trajetória de décadas sem conservação garantindo assim boas condições de funcionamento, num investimento de 3 milhões e 395 mil euros.

Já na Escola Profissional de Recuperação do Património de Sintra, a autarquia de Sintra investiu 1 milhão e 650 mil euros na adaptação da antiga fábrica da Melka (Centro Qualifica de Sintra) para as instalações definitivas da escola.

Basílio Horta, sublinhou, acerca do Centro Qualifica de Sintra, que “é com grande emoção que vejo este centro de ensino hoje. Este era um edifício que estava ao abandono, um espaço enorme que não tinha qualquer utilidade, a autarquia decidiu que este era o espaço ideal para investir na educação e formação e foi o que fizemos, reabilitámos todo este espaço que agora é um polo de ensino”.

As intervenções compreenderam a criação de espaços para salas de aula, ginásio, copa e refeitórios e ainda a adaptação de layout do projeto de arquitetura ao novo projeto de segurança contra incêndio. Para além das áreas administrativa e logística, as novas instalações contam com 11 salas de aula, 2 laboratórios, 5 oficinas especializadas (madeiras, metais, estuques, cerâmica e jardinagem), 3 salas de informática, salas de reuniões, sala de professores, sala de alunos, refeitório e vários gabinetes.

Recorde-se que o Plano de Investimentos nas Escolas de Sintra permitiu requalificar até ao momento mais de 120 estabelecimentos de ensino, compreendendo mais de 30 mil alunos, num investimento superior a 41 milhões de euros.