Morreu António Mega Ferreira

António Mega Ferreira | Foto: Imprensa Nacional

O escritor, poeta e gestor cultural António Mega Ferreira morreu hoje, aos 73 anos, em Lisboa, confirmou a Presidência da República, esta segunda-feira, deixando homenagem ao autor, nascido em Lisboa em 1949.

Marcelo Rebelo de Sousa lembra o “amigo de sempre”, que foi seu colega desde o Liceu Pedro Nunes até ao fim do curso na Faculdade de Direito de Lisboa.

“Jornalista da imprensa e da televisão, editor, ficcionista, ensaísta, cronista, poeta, tradutor, gestor cultural, António Mega Ferreira foi uma das figuras mais dinâmicas da cultura portuguesa do último meio século”, refere a nota, que preta homenagem a “um dos melhores da sua e minha geração no campo da cultura”.

Socialista assumido, liderou a candidatura de Lisboa à Expo 98, da qual foi comissário executivo, e foi gestor do CCB e da Orquestra Metropolitana de Lisboa, presidente da Parque Expo e do Oceanário de Lisboa, além de ter sido jornalista no Jornal Novo, no Expresso, em O Jornal e na RTP, onde chefiou a redação da Informação do segundo canal, tendo sido ainda chefe de redação do JL — Jornal de Letras, Artes e Ideias – e fundado as revistas Ler e Oceanos.

Imagem: DR Imprensa Nacional