Homem detido por abusar de sobrinhas de 7 e 8 anos

Polícia Judiciária (PJ) - arquivo

A Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve um homem de 61 anos por existirem fortes indícios da prática de mais de setecentos crimes de abuso sexual de crianças, na sua forma agravada, pode ler-se em comunicado. 

Através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo (DLVT), procedeu à identificação e detenção fora de flagrante delito de um homem, português, com 61 anos. Os factos tiveram lugar no concelho de Sintra. 

A investigação apurou, revela a PJ, que  detido abusou, reiteradamente, de duas meninas, suas sobrinhas, “entre os anos de 2007 a 2012 e 2015 a 2021, as quais, à data do início dos factos, tinham 7 e 8 anos, respetivamente”.

O homem sexual praticava os abusos na sua própria habitação, local frequentado pelas meninas, aproveitando-se da “dependência, da confiança e da proximidade que tinha com as mesmas, resultante dos laços familiares existentes”, pode ler-se.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Sintra, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.