Mafra quer chegar à final no Jamor

Ricardo Sousa, treinador do Mafra | Imagem: Frame de vídeo

Ricardo Sousa, treinador do Mafra disse que o emblema da II Liga vai defrontar o Tondela consciente de que “não é favorito” nas meias-finais da Taça de Portugal de futebol, mas com a ambição de chegar à final.

“Estamos cientes de que vamos defrontar uma bela equipa, que não vamos ser favoritos nesta eliminatória, mas vamos tentar vencer com as nossas armas. Acredito que estes jogos são para os bons jogadores e eu tenho bons jogadores”, disse Ricardo Sousa em conferência de imprensa de antevisão do encontro desta quinta-feira, da primeira mão das ‘meias’.

O técnico, que como jogador já venceu a prova ‘rainha’, pelo Beira-Mar, em 1999, admitiu que não estava nos planos chegar tão longe na presente edição, mas sublinhou que isso não retira ambição ao clube da zona oeste.

“É verdade que não tínhamos planeado estar nesta fase, mas fazia parte do nosso objetivo chegar o mais longe possível e o que é certo é que fomos passando eliminatória a eliminatória. Não é normal uma equipa de II Liga estar numa meia-final, mas chegámos aqui com muito sacrifício, muita competência e, agora, temos de desfrutar desta meia final. Temos muita responsabilidade, mas temos de desfrutar do momento, que para muitos jogadores é irrepetível”, sublinhou o treinador.

Quanto à tática para o jogo em Tondela, na primeira mão da eliminatória, Ricardo Sousa garantiu que o Mafra vai manter a sua identidade.

“A equipa está pronta. Não é por ser uma meia-final de uma Taça de Portugal que vamos abdicar do nosso processo coletivo. Sabemos o que queremos, o que passámos para aqui chegar. Estamos prontos, o Tondela é favorito, mas vamos dar as mãos e esperar que o nosso sentimento de pertença chegue para superar o adversário. Temos o objetivo de estar na final do Jamor no final do ano”, disse confiante Ricardo Sousa.

O treinador acrescentou que o Mafra não se vai remeter à sua defesa.

“Vamos jogar contra uma grande equipa, mas não nos vamos remeter à defesa e acredito que estaremos mais perto do sucesso se não o fizermos. Vamos atrás do que acreditamos”, concluiu o técnico mafrense.

O capitão Gui Ferreira garantiu que a equipa está focada em levar o clube à sua primeira final da Taça de Portugal, mas rejeitou que haja algum tipo de deslumbramento.

“Chegámos até aqui e agora só pensamos em chegar mais longe. Não perdendo a humildade só temos é de sonhar e passar esta eliminatória”, disse o jogador que está há seis anos em Mafra.

Tondela e Mafra defrontam-se esta quinta-feira, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. A partida está agendada para as 20h15, no Estádio João Cardoso, em Tondela, e será dirigida pelo árbitro Vítor Ferreira, da Associação de Futebol de Braga.