Casa Aberta permitiu 50 mil atendimentos ligados ao cartão de cidadão e ao passaporte

Centro de Vacinação Covid-19 em Monte Abraão, no concelho de Sintra

Cerca de 50 mil atendimentos relacionados com o cartão de cidadão e com o passaporte foram realizados nos últimos oito sábados, na iniciativa Casa Aberta, que funcionou aos balcões das nove Lojas de Cidadão e do Campus da Justiça.

Estes dados foram avançados em conferência de imprensa pela ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, e pela ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, que consideraram “muito positivo” o balanço desta iniciativa destinada a “otimizar a resposta dos serviços”.

As governantes garantiram que “todas as Lojas tiveram sempre capacidade para fazer face à procura pelos cidadãos”.

Desta forma, nos oito sábados entre 02 de outubro e 20 de novembro, foram efetuados cerca de 50 mil atendimentos para pedido, renovação e entrega do Cartão de Cidadão (CC) e para pedido e entrega do passaporte, o que permitiu triplicar a capacidade de resposta dos serviços.

Este número de atendimentos, adiantaram as responsáveis governamentais da iniciativa, resultou da conjugação de várias medidas, designadamente alargamento dos horários, reforço das equipas de triagem da Agência para a Modernização Administrativa (AMA), reforço das equipas de atendimento do Instituto de Registos e Notariado (IRN) e melhor adequação entre o número de balcões atribuídos a cada serviço e a procura por esses mesmos serviços.

Durante a operação Casa Aberta registou-se também um aumento do recurso às senhas digitais, que permitem aos cidadãos obter senha para o atendimento presencial de forma remota, através do portal ou da app Mapa de Cidadão.

Segundo os dados divulgados, dos cidadãos que recorreram ao atendimento na modalidade de Casa Aberta, cerca de 14% obtiveram senha digital.

Simultaneamente, o envio de SMS para o 3838, que permite receber um alerta de aproximação do respetivo atendimento, também cresceu, tendo sido possível calcular que, neste período, foram enviados cerca de 27.100 SMS.

Esta iniciativa, que resultou do esforço de cooperação entre o IRN e a AMA para fazer face às pendências acumuladas durante o período pandémico, envolveu cerca de 250 trabalhadores.

Tendo em conta as diversas opções ao dispor dos cidadãos — renovação automática, renovação ‘online’, balcões do IRN, Espaços Cidadão, rede consular e Casa Aberta — foram renovados 402.230 Cartões de Cidadão, entre 01 de outubro e 20 de novembro, revelam os dados hoje divulgados.