Morreu o deputado social-democrata António Topa

O deputado social-democrata António Topa, morreu vítima de doença prolongada | Fotografia: RTP

O deputado social-democrata António Topa, eleito pelo distrito de Aveiro, morreu vítima de doença prolongada, informou hoje o PSD.

“É para todos um dia triste”, escreveu o PSD na sua página na internet, expressando a “grande consternação com que o Partido Social Democrata recebeu a notícia do falecimento António Topa”.

António Topa, deputado do PSD eleito pelo distrito de Aveiro, “faleceu aos 67 anos, vítima de doença prolongada”, pode ler-se na mesma página.

Além do seu percurso profissional e político, “fica em todos a recordação de um homem bom, amigo e leal, nunca indiferente aos que com ele se cruzaram”, refere o PSD, sublinhando o “exemplo de determinação, coragem e resiliência, de um cidadão que nunca baixava os braços e em quem se podia confiar”.

Na rede social Twitter, o presidente do partido, Rui Rio, reagiu já à morte do deputado que “partiu cedo”.

“Era um homem sério, leal e grato”, escreveu Rui Rio, sublinhado ainda que António Topa era “trabalhador e amigo do seu amigo”, de “convicções, nunca de oportunismos, um homem confiável”.

E conclui lamentando “uma grande perda para o PSD e para a política portuguesa”, mas também para si próprio.

Engenheiro civil de formação, António Topa foi autarca em Santa Maria da Feira, onde desempenhou as funções deputado municipal e vereador, com os pelouros do Planeamento, Urbanismo e Obras Particulares.

Foi membro da Assembleia Municipal de Santa Maria da Feira e o da Assembleia de Freguesia de Vila Maior, Santa Maria da Feira.

Militante do Partido Social Democrata, desempenhou os cargos de presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Aveiro e da Comissão Política Concelhia do PSD de Santa Maria da Feira.

Fotografia: RTP