Henrique Sá Pessoa na lista dos 100 melhores ‘chefs’

Português Henrique Sá Pessoa entra diretamente para 38.º de lista dos 100 melhores 'chefs'

O português Henrique Sá Pessoa (‘Alma’, Lisboa) ficou hoje classificado em 38.º lugar, a maior entrada na tabela dos 100 distinguidos na lista dos “The Best Chef Awards”, cujo primeiro lugar foi atribuído ao espanhol Dabiz Muñoz (‘DiverXo’, Madrid).

Além de Sá Pessoa, que entra pela primeira vez neste ‘ranking’ e arrecada simultaneamente o prémio de “melhor entrada”, José Avillez (‘Belcanto’, duas estrelas Michelin, Lisboa, e cerca de uma dezena de outros restaurantes em Portugal e no Dubai) é o outro cozinheiro português na lista, desta vez em 44.º lugar, uma subida face à 70.ª posição da edição de 2020.

Os prémios foram anunciados esta noite, numa cerimónia em Amesterdão, em que participou presencialmente Sá Pessoa, ‘chef’ do ‘Alma’ (duas estrelas Michelin) e de outros restaurantes em Portugal e também um em Macau.

Ao receber a distinção, o português destacou o significado de receber este prémio em Amesterdão, revelando que se prepara para abrir, em novembro, um novo restaurante (‘ARCA’) na capital dos Países Baixos. Sá Pessoa deixou ainda um agradecimento à sua equipa, destacando que estes foram “momentos difíceis para todos e em particular para os restaurantes”.

Em declarações à Lusa, o cozinheiro resumiu o sentimento: “Estou feliz”. “É sem dúvida um prémio muito especial”, disse, assinalando este como “um dos momentos mais altos” da sua carreira.

Sá Pessoa assinalou ainda que estes prémios são também positivos para Portugal, com vários ‘chefs’ com restaurantes no país entre os 50 melhores.

O primeiro-ministro já deu os parabéns ao chef através da rede social Twitter.

Imagens: DR Henrique Sá Pessoa / facebook