Foto | GNR - arquivo

Um homem de 46 anos, detido pela GNR por violência doméstica em Mafra e possuidor de duas armas de fogo e diversos cartuchos, está proibido de contactar com a vítima e a ser vigiado por pulseira eletrónica, foi hoje anunciado.

O homem tinha sido detido em 08 de setembro por violência doméstica pelo Comando Territorial de Lisboa, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE).

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia violência psicológica e financeira contra a vítima, sua companheira de 40 anos, com quem tem dois filhos menores em comum, adianta a GNR.

No decurso das diligências de investigação, a GNR apurou que o agressor era possuidor de duas armas de fogo e de diversos cartuchos, que foram apreendidos através do cumprimento de uma busca.