Web Summit exige certificado de vacinação ou teste PCR negativo a participantes

Web Summit

Os participantes da Web Summit, que este ano volta ao formato presencial, vão ter de apresentar um certificado de vacinação ou um teste negativo à covid-19, anunciou hoje a organização da cimeira tecnológica.

“A Web Summit anunciou que vão ser exigidos certificados de vacinação ou um teste negativo à covid-19 para participar no primeiro evento presencial em dois anos”, adiantou a organização, referindo que as situações em que nos casos em que a certificado digital de vacinação não seja possível, será exigido um teste PCR que se manterá válido por apenas 72 horas.

“Embora seja improvável que as máscaras sejam legalmente exigidas em ambientes fechados em Portugal até Novembro, continuaremos a apoiar qualquer participante que deseje usar máscara. Garantiremos o cumprimento de todas as medidas adequadas, definidas pelas autoridades de saúde portuguesas”, refere o mesmo comunicado.

O evento volta à FIL e ao Altice Arena, em Lisboa, entre 1 e 4 de Novembro, depois de a edição de 2020 ter decorrido online.