PR assinala Dia Mundial do Ambiente

O Presidente da República assinalou hoje o Dia Mundial do Ambiente e os 50 anos da Comissão Nacional do Ambiente, sublinhando a importância do desenvolvimento sustentável desde logo na aplicação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa | Foto: arquivo

“O Presidente da República recebeu, em audiência no Palácio de Belém, o presidente do Conselho Nacional do Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável (CNADS), Filipe Duarte Santos, e o presidente do Conselho Diretivo da Agência Portuguesa do Ambiente, IP, Nuno Lacasta, assinalando o Dia Mundial do Ambiente e os 50 anos da Comissão Nacional do Ambiente (CNA)”, pode ler-se numa nota publicada na página oficial da Presidência da República.

Segundo a mesma nota, Marcelo Rebelo de Sousa recordou “o facto de ter trabalhado na CNA, enquanto jovem recém-licenciado em Direito, logo no seu período de arranque”.

O chefe de Estado, de acordo com a Presidência da República, sublinhou ainda a “importância decisiva do desenvolvimento sustentável e das preocupações ambientais, incluindo na aplicação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)”.

Debates e exposições, entre outras iniciativas, assinalaram este sábado o Dia Mundial do Ambiente em Portugal, este ano centrado na restauração dos ecossistemas, tema em destaque esta década pelas Nações Unidas.

Um debate online sobre os próximos 50 anos de política ambiental pública, promovido pela Agência Portuguesa do Ambiente e com a presença do ministro do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, foi uma das iniciativas para marcar a efeméride.

O ministro participou também numa mesa-redonda em Grândola para debater desafios e mudanças nas políticas públicas do setor do ambiente, juntamente com Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, e Maria do Céu Antunes, da Agricultura.

Em Lisboa, o Pavilhão do Conhecimento inaugurou uma exposição sobre água, tendo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, com o Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra, organizado uma mesa-redonda, também online, sobre animais polinizadores.

A associação AMI lança a 25.ª campanha de reciclagem de radiografias.

Criado pelas Nações Unidas em 1972 durante a primeira conferência da ONU para discutir o ambiente (Conferência de Estocolmo), o dia é assinalado em Portugal também em vários concelhos. Em Gouveia apresentaram-se projetos ligados ao ambiente, na Maia inaugurou-se o Centro de Recuperação e Interpretação do Ouriço.

Em Anadia, por exemplo, foram inaugurados um centro interpretativo, um parque ecológico e um miradouro, em Cascais abre-se uma rota no Parque Natural Sintra-Cascais e em Matosinhos foram inaugurados murais.