Emer Cooke, diretora da Agência Europeia do Medicamento | Frame de vídeo

O anúncio é feito por Emer Cooke, diretora do organismo, em conferência de imprensa.

“Estes são efeitos adversos muito raros. O risco de morte por Covid é muito maior do que o risco de morte por estes efeitos”, assegurou Emer Cooke, acrescentando que os fenómenos tromboembólicos devem passar a constar da lista de possíveis efeitos adversos.

A Agência Europeia do Medicamento revelou ainda que vai continuar a acompanhar as informações sobre esta vacina e que pediu à farmacêutica para fazer novos estudos sobre este assunto.