PSP regista recorde de casos por falta de carta de condução

Mais de 600 pessoas foram detidas em janeiro pelo crime de condução sem habilitação legal, o que corresponde a um aumento de 56% face ao período homólogo de 2020, segundo dados provisórios da PSP.

Ação de fiscalização da PSP | arquivo

Durante o mês de janeiro foram detidas 610 pessoas pelo crime de condução sem habilitação legal, o que corresponde a um aumento para quase o dobro face ao mesmo período de 2020, que registou 343 casos.

Segundo dados provisórios da PSP, houve um aumento significativo do crime de condução sem habilitação legal, tendo sido detidas 6.912 pessoas no ano passado, o que corresponde a um aumento de 57% face ao ano de 2019, com 4.407 detenções.

“A desinformação e a falta de consulta de fontes oficiais de comprovada credibilidade, embora não se apresentem como principais causas desta subida, levam a que muitos cidadãos tenham dúvidas e procurem a PSP a solicitar informação sobre como proceder no atual contexto [pandemia de Covid-19]para a atempada renovação desta documentação”, pode ler-se em nota informativa.

A PSP lembra que os condutores devem ter sempre o documento comprovativo de seguro válido, comprovado pelo certificado internacional ou carta verde, certificado provisório ou aviso-recibo com comprovativo de pagamento.