Aprovados 2,3 milhões para Sintra, Mafra, Loures e Cascais

A Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia (A2S) anunciou ter aprovado 2,3 milhões de euros para financiar a criação de 47 postos de trabalho nas zonas rurais ou costeiras dos concelhos de Loures, Mafra, Sintra e Cascais.

Aprovados mais de 2 milhões de euros para apoiar a criação de emprego na região saloia

A associação, gestora do programa comunitário +CO3SO Emprego nestes concelhos da Área Metropolitana de Lisboa, aprovou 23 candidaturas, foi divulgado em nota de imprensa.

O financiamento aprovado vai permitir às micro e pequenas empresas e aos empresários em nome individual, que operam nos setores agroalimentar, turismo, artesanato ou da sustentabilidade ambiental, contratarem desempregados, inativos ou criarem o seu próprio emprego.

O apoio concedido ascende a 2,3 milhões de euros e destina-se a financiar, a fundo perdido, as remunerações, encargos sociais e outras despesas relacionadas com a criação de emprego por um período de 36 meses.

A A2S, sediada em Mafra, é responsável pela gestão dos fundos comunitários dos programas Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER), Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP), Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e Fundo Social Europeu (FSE) nos concelhos de Loures, Mafra, Sintra e Cascais, no distrito de Lisboa.

A associação criou o grupo de Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC) Rural, que abrange as freguesias de Bucelas, Fanhões, São Julião do Tojal, Santo Antão, Lousa (Loures); as freguesias do concelho de Mafra, à exceção da Ericeira; Colares, Pêro Pinheiro e Montelavar e São João das Lampas (Sintra), e uma DLBC Costeira para o território composto pelas freguesias da Ericeira, Encarnação, Santo Isidoro, no concelho de Mafra, e Estoril/Cascais, em Cascais.