Estrela da Amadora quer receber Benfica na Reboleira

O presidente da SAD do Clube Football Estrela, André Geraldes, afirmou esta quarta-feira que pretende receber no Estádio José Gomes o Benfica, nos oitavos de final da Taça de Portugal, e que a equipa tudo fará para continuar na prova.

André Geraldes | Foto: A Bola - ASF Helena Valente

André Geraldes mostrou-se satisfeito por ver o Estrela da Amadora de volta ao convívio com os grandes clubes, até porque o último jogo entre ambos foi a 5 de abril de 2009, em jogo da 23.ª jornada da Liga NOS e terminou com o triunfo dos encarnados, por 2-1, com um ‘bis’ de Óscar Cardozo e golo amadorense a ser apontado por Silvestre Varela, atualmente ao servido do Belenenses SAD.

“É para nós um motivo de orgulho que ao fim de cinco meses de trabalho o Estrela da Amadora esteja em primeiro lugar no campeonato nacional [série G do Campeonato de Portugal] e jogue os oitavos de final da Taça de Portugal com o Benfica”, começou por dizer, salientando que “é importante que o Estrela da Amadora volte ao convívio com os grandes o mais rápido possível”, disse o responsável Lusa.

O sorteio, realizado esta quarta-feira, ditou que os ‘tricolores’ vão receber os ‘encarnados’ entre 12 e 14 de janeiro e do lado do amadorense há a fiel convicção que o Estádio José Gomes é o melhor palco. “Obviamente só equacionamos que o jogo seja na Reboleira, que é a casa do nosso clube”, afirmou André Geraldes.

O embate com o Benfica reveste-se ainda de uma característica especial uma vez que é o regresso de Jorge Jesus ao Estrela da Amadora, clube que orientou por duas ocasiões – de 1998/99 a 1999/00 e de 2001/02 a 2002/03 – e ao município do qual é natural, uma vez que nasceu e viveu na freguesia da Venda Nova.

“Não ganhámos nada, longe disso, mas é o reflexo do nosso trabalho. É um privilégio receber um filho da terra, um amigo pessoal, na Amadora”, disse.

Embora duelo de forças seja díspar entre as duas equipas, o Estrela da Amadora, que eliminou o Farense (2-0), na terceira eliminatória da Taça de Portugal, e que ainda não perdeu na presente época (soma 11 vitórias e um empate), tem a esperança de rumar aos quartos de final da ‘prova rainha’ do futebol nacional.

“Se falamos de um projeto ambicioso e de um clube que se quer afirmar temos de entrar em todos os jogos com mentalidade vencedora”, concluiu André Geraldes.