Mais 63 mortes e 4096 novos casos de Covid-19 em Portugal

Portugal registou esta segunda-feira mais 63 mortes (o valor diário de óbitos mais elevado de sempre) e 4096 novas infecções de covid-19.

Medidas preventivas para evitar contágio por Covid-19

ADireção-Geral da Saúde (DGS) anunciou no boletim diário desta segunda-feira que há mais 63 mortes e 4096 novos casos de covid-19 em Portugal. No total, o país regista 2959 vítimas mortais e 183.420 infetados pelo novo coronavírus, desde o início da pandemia. 

O país atinge um novo máximo diário de mortes por covid-19.

O boletim da situação epidemiológica da DGS indica que das 63 mortes registadas nas últimas 24 horas, 33 ocorreram na região Norte, 22 na região de Lisboa e Vale do Tejo, cinco na região Centro, uma no Alentejo, uma no Algarve e uma na Região Autónoma da Madeira.

A região Norte continua a ser a que regista a maioria dos novos casos de infeção: 2.265 nas últimas 24 horas, totalizando 88.549, e somando 1.339 mortos desde o início da pandemia, em março.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 1.217 novos casos de infeção, contabilizando-se agora 70.015 casos e 1.145 mortes. Na região Centro registaram-se mais 379 casos de infeção, contabilizando-se 16.726 casos no total e 361 mortos.

No Alentejo foram registados mais 148 novos casos de covid-19, totalizando 3.600 casos e 66 mortos. A região do Algarve tem hoje notificados mais 60 casos de infeção, somando agora 3.501 casos e 31 mortos desde o início da pandemia.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 16 novos casos nas últimas 24 horas, somando 471 infeções detetadas e 15 mortos desde o início da pandemia. A Madeira registou mais 11 casos nas últimas 24 horas, contabilizando 558 infeções e duas mortes.

Nas últimas 24 horas estão mais 13 doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos, totalizando 391. Em relação aos internamentos em enfermaria estão 2651 pessoas internadas, mais 129 do que no domingo .

A DGS revela que estão ativos 78.378 casos de infeção, mais 1731 do que no domingo. Também nas últimas 24 horas foram dados como recuperadas 2302 pessoas, num total de 102.083 desde o início da pandemia.

As autoridades de saúde têm agora sob vigilância 90.088 pessoas, menos 418 que nas últimas 24 horas.

Conferência de Imprensa da DGS
Graça Freitas, diretora Geral da Saúde

“As pessoas devem estar atentas, automonitorizar-se e autoisolar-se“, Graça Freitas

A empresa farmacêutica norte-americana Pfizer que hoje anunciou ter uma a vacina contra o novo coronavírus que pode ser eficaz em 90% dos casos, Graça Freitas afirmou que, se “se vier a confirmar a sua efetividade, será uma das melhores vacinas que teremos”

“As pessoas não deviam tomar a iniciativa de elas próprias pedirem testes”, Graça Freitas

[em atualização]