Rali Vidreiro cancelado após acidente mortal com copiloto espanhola

Laura Salvo, copiloto espanhola, de 21 anos, morreu no decorrer de uma prova.

Laura Salvo, copiloto espanhola, de 21 anos, morreu no decorrer de uma prova | Foto: Reprodução-Facebook

ORali Vidreiro Centro de Portugal, na Marinha Grande, foi oficialmente cancelado após um acidente que vitimou Laura Salvo, copiloto espanhola, de 21 anos, que acompanhava Miguel Socias na Peugeot Rally Cup Iberica.

“A concorrente Laura Salvo, que competia como navegadora na Peugeot Rally Cup Iberica, sofreu um acidente logo no início do primeiro troço, acabando por falecer. O Clube Automóvel da Marinha Grande e os respetivos meios de auxílio chegaram ao local em cerca de dois minutos, fazendo todos os possíveis para salvar a jovem concorrente, tentando a reanimação”, pode ler-se na nota divulgada pela organização.

A mesma nota, citando o presidente do clube da Marinha Grande, Nuno Pinto, acrescenta: “Os meios levaram a vítima para uma zona onde fosse possível a chegada de um helicóptero de emergência médica, mas a concorrente acabou por falecer no local. Em meu nome, e em nome do Clube Automóvel da Marinha Grande, endereço publicamente os meus sentimentos a toda a família, amigos e equipa da vítima.”

Segundo a página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o alerta para o acidente foi dado pelas 10:00, para a freguesia de Monte Redondo e Carreira, no concelho de Leiria.

No local estiveram 27 operacionais, apoiados por oito viaturas e um meio aéreo do INEM.

O Rali Vidreiro Centro de Portugal era a 6.ª prova do Campeonato de Portugal de Ralis.

Lusa