A Tabaqueira, subsidiária portuguesa do Grupo Philip Morris International (PMI), decidiu apoiar aqueles que trabalham diretamente com as populações e ajudar uma centena de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), um pouco por todo o país, através da doação de 50 mil máscaras e mil litros de álcool gel.

A solução desinfetante é produzida pela Tabaqueira na sua fábrica em Albarraque, na freguesia de Rio de Mouro, no concelho de Sintra, de acordo com a formulação recomendada pela Organização Mundial de Saúde.

No concelho de Sintra a empresa, em colaboração com a Câmara Municipal de Sintra, já distribuiu mais de 6.800 refeições pela população mais vulnerável, durante o período de confinamento social. Adicionalmente, apoiou também a produção de viseiras de proteção pelo FabLab de Sintra, que foram depois distribuídas por IPSS. A esta união de esforços juntam-se ainda a ação conjunta de trabalhadores e consumidores no apoio à Rede de Emergência Alimentar contra a fome a nível nacional.

Congresso de Atividades Económicas “Sintra Economia 20/30”

(…) “Acreditamos que, neste momento, todos temos que nos mobilizar para ajudar”, — Miguel Matos

“Esta é uma crise sem precedentes e que afeta instituições e populações de norte a sul de Portugal. Desde o seu início que sentimos que não podíamos ficar indiferentes a esta situação e, por isso, temos dado apoio de várias formas. Quando percebemos que podíamos produzir álcool gel na nossa fábrica, não hesitámos, refere Miguel Matos, Diretor-geral da Tabaqueira, em nota enviada ao SINTRA NOTÍCIAS.

Acreditamos que, neste momento, todos temos que nos mobilizar para ajudar”, destaca Miguel Matos. “Selecionámos 100 instituições que sabemos que trabalham diretamente com as populações mais vulneráveis e para as quais este apoio é importante”, refere o responsável.

No concelho de Sintra, várias instituições, recebem o apoio da empresa, caso do Clube Fénix One, Associação Quinta Essência, Centro Social Reformados e Idosos de Albarraque – CSRIA, APADP – Associação Pais e Amigos de Deficientes Profundos, Centro Social da Sagrada Família, Santa Casa da Misericórdia de Sintra, Ser Alternativa, Re-food Rio de Mouro e CECD Mira Sintra.

Responsabilidade social em tempos de covid-19

Com uma visão de sustentabilidade abrangente, a Tabaqueira procura ser um agente ativo na sua comunidade alargada – que inclui interações não só com colaboradores, parceiros, clientes e fornecedores, mas também com muitas centenas de organizações com quem se relaciona no contexto da sua atividade.

Privilegiando, pois, o diálogo aberto e regular com os diversos stakeholders, a empresa considera que tem um papel relevante a cumprir na sua comunidade. “Por isso, no contexto extraordinário imposto pela pandemia de Covid-19, a empresa procurou uma solidariedade de proximidade e promoveu inúmeras iniciativas com vista ao combate desta pandemia e à ajuda a camadas mais vulneráveis da nossa sociedade”, explica a empresa ao SINTRA NOTÍCIAS.

Estas iniciativas externas refletiram-se em contribuições monetárias e em género dirigidas a necessidades específicas identificadas, quer ao nível de hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), quer ao nível de IPSS, e ainda dos seus parceiros de negócio, nomeadamente através da doação de equipamentos de proteção.

“Com o mesmo propósito – fazer chegar equipamentos de proteção social aos profissionais do SNS e das IPSS, a Tabaqueira juntou-se igualmente à campanha “Unidos por Portugal”, uma iniciativa da SIC Esperança em parceria com a Federação Portuguesa de Futebol”.

Para além das diversas ações de apoio promovidas pela Tabaqueira, que que incluíram ainda a cedência temporária de uma viatura à Organização Não Governamental Médicos do Mundo, diversos trabalhadores da organização lançaram iniciativas no contexto de uma plataforma que a PMI disponibiliza para a submissão de projetos com fins solidários por parte dos seus trabalhadores.