Trânsito interditado na serra de Sintra até domingo

Trânsito interditado, à exceção de transportes públicos e moradores, devido ao alerta laranja da Proteção Civil para risco de incêndio, por precaução

Foto: GNR - arquivo

O trânsito na serra de Sintra, está interditado até ao final do dia de domingo, exceto a transportes públicos e moradores, devido ao alerta laranja da Proteção Civil para risco de incêndio, determinou esta sexta-feira o município.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Sintra explica que esta interdição entrou em vigor esta tarde e é mantida até às 23h59 de domingo, nas vias que integram o perímetro da serra.

“Urge proteger quem vive e visita Sintra com a adoção de medidas adequadas no âmbito da Proteção Civil. Urge preservar a serra de Sintra, Património Mundial UNESCO da Paisagem Cultural, e defendê-la para as gerações vindouras”, sublinha a nota.

As exceções à interdição referem-se a veículos de moradores e de empresas ali sediadas, transportes públicos de passageiros (todos os veículos titulares de alvará emitido pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes que realizam o transporte de passageiros), veículos de socorro, de emergência e das entidades integrantes do Sistema de Proteção Civil.

“A situação de interdição do trânsito nas vias municipais do perímetro da serra de Sintra será avaliada de 12 em 12 horas, podendo a interdição ser agravada ou desagravada, tendo em conta as condições que se possam vir a registar”, aponta a autarquia.

Comunicado:

O presidente da Câmara Municipal de Sintra determinou a interdição do trânsito nas vias municipais que integram o perímetro da Serra de Sintra entre 17 de julho de 2020 e as 23h59 do dia 19 de julho de 2020.

A decisão surge na sequência de:

1.    Foi declarada a SITUAÇÃO DE ALERTA FACE AO RISCO DE INCÊNDIO RURAL. A Situação de Alerta abrange o período compreendido entre as 00h00 horas do dia 17 de julho e as 23h59 horas do dia 19 de julho.

2.    Está em vigor o Estado de Alerta Especial Nível LARANJA, do SIOPS para o DECIR, no distrito de Lisboa, enquanto se prevê para o Concelho de Sintra o Risco de Incêndio Rural Elevado e Muito Elevado entre o dia 17 e dia 21 de julho (terça-feira);

3.    Nos encontrarmos dentro do Período Crítico de Incêndios Rurais (até ao dia 30 de setembro);

4.    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para o dia:

·        17 de julho | Temperaturas entre os 20,4 graus (mínima) e os 31,7 graus (máxima), com um nível de humidade relativa entre 41.2 % (mínima) e os 71.3 % (máxima) e vento Fraco Norte;

·        18 de julho | Temperaturas entre os 18,1 graus (mínima) e os 31 graus (máxima), com um nível de humidade relativa entre 43% (mínima) e os 94.2 % (máxima), Vento Fraco – Norte;

·        19 de julho Temperaturas entre os 16,9 graus (mínima) e os 25,7 graus (máxima), com um nível de humidade relativa entre 54.4 % (mínima) e os 99 % (máxima) Vento Fraco – Oeste;

·        20 de julho | Temperaturas entre os 17,1 graus (mínima) e os 27,6 graus (máxima), com um nível de humidade relativa entre 51.8 % (mínima) e os 96.1 % (máxima) Vento Moderado – Norte;

·        21 de julho | Temperaturas entre os 16,6 graus (mínima) e os 27,5 graus (máxima), com um nível de humidade relativa entre 50,9 % (mínima) e os 87.9 % (máxima) Vento Moderado – Norte.

5.    Estão reunidas as condições para que sejam fechadas as cancelas, sem dependência de prévia determinação ou Despacho, uma vez que o IPMA prevê o Risco de Incêndio Elevado (Proposta n.º 279 P/2020 de 28 de abril); 

6.    Estão conjugadas as condições meteorológicas, segundo a metodologia aprovada pela Câmara Municipal de Sintra por unanimidade, que implicam acionar a interdição de trânsito nas vias municipais que integram o perímetro da Serra de Sintra;

7.    O Grupo de Risco ter dado parecer favorável, por unanimidade, à interdição de trânsito nas vias municipais que integram o perímetro da Serra de Sintra;

8.    Urge proteger quem vive e visita Sintra com a adoção de medidas adequadas no âmbito da Proteção Civil;

9.    Urge preservar a Serra de Sintra, Paisagem Cultural Património Mundial UNESCO, e defendê-la para as gerações vindouras.

Continuam a poder circular veículos de moradores e de empresas aí sediadas, transportes públicos de passageiros (todos os veículos titulares de alvará emitido pelo IMT que realizam o transporte de passageiros), veículos de socorro, de emergência e das entidades integrantes do Sistema Municipal de Proteção Civil.

A situação de interdição do trânsito nas vias municipais do Perímetro da Serra de Sintra, será avaliada, de 12 em 12 horas, podendo a interdição ser agravada ou desagravada, tendo em conta as condições que se possam vir a registar.

A Serra de Sintra integra uma região de proteção classificada sensível ao risco de incêndio florestal, caraterizada por um elevado número de visitantes. Torna-se assim fundamental acautelar a sua proteção, manutenção e conservação considerados objetivos do interesse público, de âmbito mundial, nacional e municipal.