GNR identifica homem por autoria de incêndio rural em Mafra

A grande maioria dos incêndios registados no último ano teve origem na realização de trabalhos de gestão de combustível, queimadas e queimas de sobrantes de exploração.

GNR | arquivo

O Comando Territorial de Lisboa, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Mafra, identificou esta terça-feira, um homem de 72 anos, por autoria de um incêndio rural que se iniciou num terreno agrícola na localidade dos Salgados, no concelho de Mafra.

“O homem encontrava-se a efetuar trabalhos de corte de um poste de eletricidade que se encontrava no solo, com recurso a uma rebarbadora, provocando a emissão de fagulhas que originaram o incêndio”, adianta a GNR em nota enviada ao SINTRA NOTÍCIAS, explicando que “o homem alertou as autoridades para o sucedido e tentou extinguir o foco mas as condições climatéricas não permitiram e o fogo acabou por alastrar”.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Lisboa.

Recorde-se, a grande maioria dos incêndios registados no último ano teve origem na realização de trabalhos de gestão de combustível, queimadas e queimas de sobrantes de exploração, pelo que a GNR alerta para que se evitem comportamentos de risco nos espaços florestais e agrícolas.