Duas mortes e 300 novos casos em Portugal com Covid-19

COVID-19 | boletim da Direção-Geral da Saúde, divulgado esta terça-feira, indica que nas últimas 24 horas foram reportados mais dois óbitos e 300 novos casos (uma variação de 0,81%).

Máscara de proteção

Portugal regista hoje 1.522 mortes relacionadas com a covid-19, (+2) do que na segunda-feira, e 37.336 infetados, (+300), segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Em comparação com os dados de segunda-feira, em que se registavam 1.520 mortes, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,1%. Já os casos de infeção subiram 0,8%.

Do total de pessoas infetadas em Portugal, 423 estão internadas, menos oito (-1,9%) do que na segunda-feira. Há 71 doentes em unidades de cuidados intensivos, menos dois (-2,7%) e 12.179 estão a recuperar em casa.

A região Norte continua a registar o maior número de infeções (17.141). A região Centro tem 3.904 casos confirmados, o Algarve subiu para 407 e o Alentejo mantém os 287 casos.

Os Açores e a Madeira permanecem sem alterações, com 143 e 90 casos confirmados, respetivamente.

Caracterização Demográfica dos Casos Confirmados:

Na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se tem registado o maior número de surtos, a pandemia de covid-19 atingiu os 15.364 casos confirmados, mais 236 do que os 15.128 registados na segunda-feira.

O Norte regista o maior número de óbitos, 813, seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo com 431, a região centro com 246, os Açores com 15, o Algarve com 15 e o Alentejo com dois mortos. Na Madeira não há mortos a lamentar.

Entre os concelhos dos país com mais de mil infetados destacam-se, por ordem decrescente, estes nove: Lisboa (2922), Sintra (1983), Vila Nova de Gaia (1600), Loures (1492), Porto (1414), Matosinhos (1292), Amadora (1290), Braga (1256) e Gondomar (1093).

Alguns dos concelhos, na Área Metropolitana de Lisboa (AML): Lisboa 2922 (+42);  Sintra 1983 (+49);   Loures 1492 (+45); Amadora 1290 (+37); Cascais 730 (+6); Odivelas 817 (+31), Oeiras 576 (+11); e Mafra 167 (+2).

Por faixa etária, o maior número de mortes regista-se entre as pessoas com 80 ou mais anos (1.023), seguida pela faixa entre os 70 e os 79 anos (293).

Entre a população com idades compreendidas entre os 60 e 69 anos totalizam-se 137 mortes. Os dados da DGS revelaram ainda 49 mortes na faixa etária entre os 50 e os 59 anos, 17 entre os 40 e os 49 anos, uma entre os 30 e os 39 anos e duas na faixa etária dos 20 aos 29 anos.

A informação divulgada pela DGS indica que, do total de casos de infeção, 21.057 são mulheres e 16.279 homens. A faixa etária mais afetada pela doença é a dos 40 aos 49 anos (6.284), seguida da faixa entre os 50 e os 59 anos (6.034) e das pessoas com idades compreendidas entre os 30 e os 39 anos (5.854).

Há 5.260 doentes com idades entre os 20 e os 29 anos e 1.368 na faixa etária entre os 10 e os 19 anos. Os dados indicam que há registo de 938 crianças até aos 09 anos com covid-19.