Ateou fogo ao carro da vizinha na Amadora e foi detido pela PJ

Homem de 36 anos já tinha sido condenado por violência doméstica.

Polícia Judiciária (PJ) - arquivo

Um homem de 36 anos de idade foi identificado e detido pela Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, por fortes indícios da prática de crimes de incêndio.

Os factos ocorreram nos passados dias 4 e 9 de abril, na Amadora, quando o suspeito, “aparentemente por razões fúteis, ateou fogo, na via pública, à viatura de uma vizinha, que se propagou a outros dois veículos”. 

Noutra ocasião, este homem tinha já ateado fogo “à viatura do pai de antigos amigos seus, pretensamente em virtude dos mesmos não lhe darem a atenção que pretendia”, afirma a PJ em comunicado.

Esta quarta-feira, valeu a “pronta intervenção dos bombeiros” que evitou que o fogo “alastrasse para as restantes viaturas, parqueadas na rua, impedindo proporções ainda mais graves”.

O homem, já foi condenado por violência doméstica, tendo-lhe sido colocado um dispositivo para evitar que se aproxime da ex-companheira. Presente a interrogatório judicial, ficou com a medida de coação de apresentações semanais às autoridades policiais, refere a Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da PJ.