Polícia de Segurança Pública | Foto: Sintra Notícias - arquivo

Um homem de 29 anos ficou em prisão preventiva por agressões a quatro polícias da PSP, na noite de segunda-feira, no bairro de Santa Marta, na freguesia de Casal de Cambra, no concelho de Sintra.

De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa, a detenção do visado ocorreu às 23h45, na sequência de confrontos com as autoridades policiais.

Em comunicado, a PSP refere que recebeu várias chamadas por “motivos de ruído na via pública numa das artérias do bairro de Santa Marta”, tendo-se deparado com “um grupo de cerca de 20 pessoas a consumir bebidas alcoólicas”.

Ao pedir para o grupo abandonar o local, as pessoas não obedeceram à ordem de retirada, “tendo adotado uma postura agressiva, com tentativas de agressão, injúrias e arremesso de objetos”.

Face à “postura hostil do grupo”, a PSP viu necessidade de reforçar os meios para fazer cessar as várias agressões de que estava a ser alvo e permitir a interceção dos suspeitos, com uma “arma de baixa potencialidade letal”.

Imagem de video publicado nas redes sociais

Segundo a polícia, os membros do grupo proferiram “palavras injuriosas e provocadoras”, arremessando, a partir da rua e de janelas de casa, vários objetos e pedras.

Do confronto resultaram quatro polícias feridos, tendo dois deles recebido tratamento hospitalar provocado pelo impacto das pedras que os atingiram no peito e na cabeça.

O homem, que foi alvo da medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva, foi o único detido, constituindo, segundo a polícia, o principal instigador da desordem, com o arremesso de pedras da calçada.

A PSP acrescenta que outros suspeitos foram intercetados no local, mas não foram detidos porque “continuavam a ser arremessados vários objetos [alguns de grandes dimensões pelas janelas], pondo em causa a integridade da polícia”. Não foi, por isso, possível imobilizá-los, explica a PSP.