Morreu o escritor brasileiro, Rubem Fonseca, Prémio Camões 2003

ÓBITO | O escritor era apontado pela crítica como “o maior contista brasileiro da segunda metade do século XX”.

Morreu o escritor brasileiro Rubem Fonseca, Prémio Camões 2003 | Foto: O Globo

O escritor brasileiro, Prémio Camões em 2003, morreu, esta quarta-feira, no Rio de Janeiro, no Brasil, aos 94 anos de idade.

O escritor brasileiro Rubem Fonseca, de 94 anos, morreu, ao início da tarde, no Rio de Janeiro, disse à Lusa a sua editora em Portugal, a Sextante, do grupo Porto Editora.

Autor de livros como “Feliz Ano Novo” (1976) e “O Cobrador” (1979) e “A Grande Arte” (1983), Rubem Fonseca foi distinguido com o Prémio Camões, em 2003.

O escritor era apontado pela crítica como “o maior contista brasileiro da segunda metade do século XX”.

“Carne crua”, o seu mais recente livro de contos inéditos, foi editado em 2018.

  • Fotografia: O Globo
  • [em atualização]