Número de mortes por Covid-19 em Portugal sobe para 100

CORONAVÍRUS | Portugal regista hoje 100 mortes associadas à covid-19, mais 24 do que na sexta-feira, enquanto o número de infetados subiu 902, para 5.170, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

Coronavírus

O número de mortes por Covid-19 em Portugal subiu para 100, segundo o boletim divulgado este sábado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O relatório da situação epidemiológica em Portugal, com dados atualizados até às 24h00 de sexta-feira, indica que a região Norte é a que regista o maior número de mortes (44), seguida da região Centro (28), da região de Lisboa e Vale do Tejo (27) e do Algarve (1).

Das 100 mortes registadas, 58 tinham mais de 80 anos, 21 tinham idades entre os 70 e os 79 anos, 14 entre os 60 e os 69 anos e cinco entre os 50 e os 59 anos. Relativamente a sexta-feira, em que se registaram 76 mortes, hoje observou-se um aumento de 31,5%.

Os dados da DGS, que se referem a 75% dos casos confirmados, precisam que Lisboa é a cidade que regista o maior número de casos de infeção pelo coronavírus SARSCov2 (366), seguida do Porto (343 casos), Vila Nova de Gaia (262), Maia (219), Matosinhos (189), Gondomar (153) e Braga (152).

Desde o dia 01 de janeiro, existem 32.754 casos suspeitos, dos quais 4.938 aguardam resultado laboratorial.

O boletim epidemiológico indica também que há 22.646 casos em que o resultado dos testes foi negativo e que 43 doentes recuperaram. Das 5.170 pessoas infetadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a grande maioria (4.752) está a recuperar em casa, 418 (mais 64) estão internadas, 89 (mais 18) dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos.

A região Norte continua a registar o maior número de infeções, totalizando 3.035, seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo, com 1.287 casos, da região Centro (647), do Algarve (106) e do Alentejo, que hoje apresenta 34 casos. Há ainda 30 pessoas infetadas com covid-19 nos Açores, 31 na Madeira. A DGS regista ainda 19.927 contactos em vigilância pelas autoridades.

Evolução de casos confirmados em Portugal

A faixa etária mais afetada é a dos 40 aos 49 anos (1.002), seguida dos 50 aos 59 anos (931), dos 30 aos 39 anos (801) e dos 60 aos 69 anos (736).

Há ainda 56 casos de crianças com idades até aos nove anos, 123 de jovens com idades entre os 10 e os 19 anos e 518 com idades entre os 20 e os 29 anos.

Os dados indicam também que há 510 casos de pessoas com idades entre os 70 e os 79 anos e 493 com mais de 80 anos.

[atualizado]

  • EM DIRETO / Conferência de Imprensa:
  • Marta Temido, ministra da Saúde | Graça Freitas, diretora Geral de Saúde 

Conferência de imprensa COVID -19 | Acompanhe em direto #DGS#Saúde#SNS

Posted by Direção-Geral da Saúde on Saturday, 28 March 2020

(…) “A Incidência máxima da infeção estará adiada para o final de maio. Isto indicia que as medidas de contenção que temos adotado, designadamente ficar em casa a não ser para ir trablhar, estão  ser efetivas” — Marta Temido

(…) “Continuamos a estimar que venhamos a ter um número elevado de casos” — Marta Temido, adiantando que já não consta do boletim epidemiológico os casos estrangeiros, uma vez que foram importados às suas regiões. 

Caraterização Demográfica por Concelhos

Lisboa volta a liderar a lista dos concelhos com mais pessoas infetadas pelo novo coronavírus, segundo o último boletim com a situação epidemiológica em Portugal, da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado este sábado.

Grande Lisboa, a lista é liderada por Lisboa (366) confirmados, seguindo-se, Sintra (116), Cascais (81), Loures (57), Oeiras (47); Odivelas (46), ; Amadora (41); Mafra (24), Vila Franca de Xira (16).

Península de Setúbal: Almada (53); Barreiro (18); Sesimbra (7): Setúbal (15); Barreiro (6); Seixal (59); Montijo (9); Palmela (5); Moita (10).

Portugal tem 308 concelhos e nesta lista da Direção Geral da Saúde, há 187 ainda sem casos confirmados de Covid-19.

Quando os casos confirmados são inferiores a 3, por motivos de confidencialidade, os dados não são apresentados, informa a DGS.

(Mapas, atualizados)