“Ninguém se salva sozinho”

"Estamos todos no mesmo barco" e "somos chamados a remar juntos", disse o Papa Francisco, em momento foi transmitido através da internet para todo o mundo.

Papa Francisco, no Vaticano | Imagem: TVI

O Papa Francisco enalteceu esta sexta-feira todos os que sem medo têm enfrentado a pandemia Covid-19 para ajudar a salvar vidas e a levar alimentos a todos, alertando que “ninguém se salva sozinho”.

O momento foi transmitido através da internet para todo o mundo e começou com uma imagem do Papa a caminhar sozinho na Praça de S. Pedro, no Vaticano, que desta vez estava vazia devido às medidas para travar a Covid-19.

“Desde há semanas que parece o entardecer, parece cair a noite. Densas trevas cobriram as nossas praças, ruas e cidades; apoderaram-se das nossas vidas, enchendo tudo dum silêncio ensurdecedor e um vazio desolador, que paralisa tudo à sua passagem: pressente-se no ar, nota-se nos gestos, dizem-no os olhares. Revemo-nos temerosos e perdidos”, disse o papa.

O Papa elogiou todos aqueles que, perante a pandemia, não tiveram medo estão a enfrentar a vírus tornado em ameaça invisível e a ajudar a salvar vidas e a levar alimentos à casa dos seus concidadãos, porque “ninguém se salva sozinho”.

EUA | Os Estados Unidos são o país do mundo com o maior número de casos e,só nas últimas 24 horas, foram registados mais de sete mil novos infetados. Nos Estados Unidos (104.837 casos, dos quais 1.711 mortes)

ALEMANHA | A Alemanha contabilizou 6.294 novos casos de Covid-19 diagnosticados nas últimas 24 horas, registando, no total, 48.582 pacientes infetados e 325 vítimas mortais, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Robert Koch.

IRÃO | As autoridades iranianas anunciaram hoje 139 novas mortes associadas ao novo coronavírus, elevando o número oficial da pandemia da covid-19 no Irão para 2.517 mortos. As autoridades de saúde identificaram 3.076 novos casos de contaminação nas últimas 24 horas, disse Kianouche Jahanpour, porta-voz do Ministério da Saúde iraniano na conferência de imprensa transmitida diariamente pela televisão iraniana.

COREIA DO SUL | A Coreia do Sul registou 146 novos casos da covid-19 e mais cinco mortes, o que eleva o número total de infetados a 9.478 e o de mortos a 144, foi hoje anunciado. O Centro de Controlo de Doença e Prevenção da Coreia do Sul (KCDC) indicou que 4.811 pessoas tiveram alta hospitalar.

[em atualização]

Mais de 600.000 casos do novo coronavírus foram oficialmente declarados em todo o mundo desde o início da pandemia, estando confirmadas quase 29 mil mortes, segundo um levantamento feito hoje pela agência de notícias AFP de fontes oficiais.

Pelo menos 605.010 casos de infeção, dos quais resultaram 27.982 mortes, foram detetados em 183 países e territórios, em particular nos Estados Unidos (104.837 casos, dos quais 1.711 mortes), na Itália (86.498), o país mais atingido em número de mortes (9.134), e na China (81.394 casos, dos quais 3.295 mortos), o foco inicial do contágio.