GNR | arquivo

A PSP e a GNR detiveram até esta quarta-feira 39 pessoas por desobediência ao estado de emergência decretado por causa da pandemia de covid-19 e encerraram 649 estabelecimentos por incumprimento, anunciou o Ministério da Administração Interna (MAI).

Em comunicado, o MAI refere que a Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública têm vindo a desenvolver, desde as 00h00 do dia 22 de março, “uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população”, dando cumprimento às determinações do decreto que regulamenta o estado de emergência.

O Ministério tutelado por Eduardo Cabrita avança que desde 22 de março até às 18h00 de hoje, foram detidas 39 pessoas pelo crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência. No mesmo período, foram encerrados 649 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas, segundo o MAI.

No comunicado, o Ministério da Administração Interna reitera o apelo a todos cidadãos para “o escrupuloso cumprimento das medidas impostas pelo estado de emergência, contribuindo assim para conter a propagação da pandemia”.