"Temos olhado para esta emergência nacional, com serenidade, com eficácia e com grande sentido de esperança no futuro", disse Basílio Horta

A Câmara de Sintra vai instalar em Agualva, um Centro de Triagem – Serviço Especializado de Epidemiologia que permitirá fazer uma avaliação clínica de casos suspeitos do vírus COVID-91.

A medida integrada no Plano Municipal de Emergência, inclui ainda um Laboratório de análises, que permitirá obter os resultados no próprio dia, avançou Basílio Horta, presidente da Câmara de Sintra, no decorrer de uma visita de trabalho aos Serviços Municipais de Proteção Civil, esta sexta-feira.

“Há necessidade de acompanhar todos os casos que estão sob suspeita”, sublinhou o autarca, adiantando e confirmando a existência de “um surto de 8 pessoas infectadas, [que se juntam a dois casos já anteriormente indentificados] na localidade da Idanha” casos que estão a ser acompanhados por profissionais da saúde. “Estão em causa [naquela zona] mil pessoas e temos de ter uma atenção muito particular”, observou Basílio Horta.

(… “para ultrapassar este mau momento, só o podemos fazer com a dedicação de
todos e com todos aqueles que se dedicam e tantas vezes
arriscam a sua própria vida” — Basílio Horta

Sobre a instalação de um Centro de Triagem e Laboratório de Análises, fonte da autarquia adiantou ao SINTRA NOTÍCIAS, que a sua implementação decorre desde o início da semana.

Conselho Consultivo de Sintra reúne

Com o Plano Municipal de Emergência a decorrer e que tem como o objetivo de conter a propagação do surto do novo coronavírus Covid-19, vai decorrer esta segunda-feira, 23 de março, uma reunião do Conselho Municipal, que junta cerca de 30 pessoas, das mais diversas áreas de actividade, em videoconferência.

“Vamos articular todos os agentes de Proteção Civil, para um trabalho em rede com objectivos comuns”, notou o presidente da Câmara, adiantando que “a Polícia Municipal de Sintra em conjunto com a PSP e a GNR, vai estar no terreno a cumprir as regras que foram emanadas do governo através do decreto que executa o princípio da emergência nacional”, adiantou Basílio Horta.

O presidente da Câmara de Sintra, destaca ainda o “espírito, eficácia e carácter” de mulheres e homens que estão presencialmente na Câmara de Sintra, e que de “forma discreta e anónima, cumprem o seu dever, para que todos se sintam mais seguros”.

Ponto de situação nacional (sábado, 21 de março)

Portugal elevou hoje para 12 o número de mortes associadas ao vírus da covid-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), que regista 1.280 casos confirmados de infeção.

Estão confirmadas quatro mortes na região Norte, quatro na região Centro, três na região de Lisboa e Vale do Tejo e uma no Algarve, precisa o boletim epidemiológico divulgado hoje, com dados referentes até às 24h00 de sexta-feira. Segundo estes dados da DGS, há mais 260 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, do que na sexta-feira.

O número de mortos duplicou em relação a sexta-feira, quando foram registadas seis mortes, indicam os dados, que dão conta de que cinco doentes já recuperaram. Desde 01 de janeiro existem 9.854 casos suspeitos, dos quais 1.059 aguardam resultado laboratorial. Houve ainda 7.515 casos que não se confirmaram.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde subiu para 13.155, mais 4.147 face a sexta-feira, refere o relatório da situação epidemiológica em Portugal.


[atualizada]