Há oito pessoas em estado crítico por infeção de Covid-19

Marta Temido confirma que há 18 casos em cuidados intensivos e oito deles estão em estado crítico

Marta Temido, ministra da Saúde | Foto: DN

A ministra da Saúde, Marta Temido confirma que há 18 casos em cuidados intensivos e oito deles estão em estado crítico. A curva ascendente da epidemia deverá aumentar até final de abril. A ministra da Saúde frisou novamente a importância de cumprimento das medidas do Governo, para que a curva epidémica não aumente.

Neste momento, além dos 245 infetados, há 1746 casos não confirmados e 281 a aguardar resultados.

“Há casos confirmados de profissionais de saúde”, revela a ministra. “Amanhã temos um conjunto de equipamentos de proteção individual a chegar”, disse Marta Temido.

A ministra da Saúde garantiu ainda que está a ser articulada com a China a possibilidade de importar material e que o Ministério está a trabalhar para que todos os profissionais de saúde exerçam a sua atividade protegidos.

Direção Geral de Saúde

Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, deixou alguns conselhos para evitar o contágio: “Lavar as mãos antes de sair de casa, pegar num lenço e abrir a maçaneta e fazer a viagem. Tentar ter 1 metro de distancia das outras pessoas. No local de trabalho não confraternizar com os colegas e manter a distancia social. Lavar as mãos com sabão quando se chegar ao trabalho. Se está doente, com tosse, febre ou dificuldade respiratória não vá trabalhar e ligue para o SNS24. Se não for intendido logo espere um pouco”.

Questionada sobre uma eventual incompatibilidade do vírus com a toma de ipobrufenos, Graça Freitas fez saber que o Infarmed vai desmentir a informação que tem sido veiculada sobre ipobrufenos.

“Não há provas que o Brufen ou outro medicamento potencie a ação do coronavírus”, disse a diretora-geral da Saúde, adiantando que “as pessoas que estão a adoecer hoje já se infetaram há vários dias”.

[atualizada]
Fotografia: DN – arquivo