Cavaleiro João Moura detido por suspeita de maus tratos a animais

    Crime de maus tratos a animais de companhia é punido com pena de prisão até um ano.

    A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve esta quarta-feira o cavaleiro tauromáquico João Moura, por suspeita do crime de maus tratos a animais de companhia.

    Segundo a Rádio Elvas, que avançou com a notícia, a detenção terá ocorrido na herdade que é propriedade de João Moura, em Monforte, vila no distrito de Portalegre.

    João Moura foi já presente a um juiz, no Tribunal de Portalegre, para primeiro interrogatório.

    A detenção do cavaleiro acontece na sequência de uma investigação, após denúncia anónima, levada a cabo pelo Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR.

    O jornal Correio da Manhã avança que foram resgatados esta quarta-feira 18 cães da raça Galgo Inglês (da qual João Moura é criador) na herdade de Monforte, apresentando sinais de subnutrição.

    O crime de maus tratos a animais de companhia é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias.

    Fotografia: DR Bombeiros24