Paulo Gonçalves morre em queda na 7.ª etapa do Dakar na Arábia Saudita

O piloto português, segundo da edição de 2015 e que disputava o seu 13.º Dakar, caiu ao quilómetro 276 da especial.

Paulo Gonçalves

Um aparatoso acidente ocorrido na sétima etapa da edição de 2020 do Rali Dakar provocou, este domingo, a morte de Paulo Gonçalves, piloto português de 40 anos que participava pela 13.ª vez na competição que, este ano, na Arábia Saudita.

O piloto português morreu hoje na sequência de uma queda na 7.ª etapa do rali Dakar, anunciou a organização.

Paulo Gonçalves, segundo da edição de 2015 e que disputava o seu 13.º Dakar, caiu ao quilómetro 276 da especial.

O piloto estava inconsciente à chegada da equipa médica e foi transportado de helicóptero para o hospital, onde foi declarada a sua morte.

A brief summary of how it has gone to this day in the @dakarrally #racethimits#therallylife@heromotosports @alpinestars @scottmotosports @crosspro.oficial @municipio_de_esposende

Posted by Paulo Gonçalves on Saturday, 11 January 2020

Oitava etapa do Dakar cancelada para as motas

A organização do Rali Dakar de todo-o-terreno decidiu cancelar a oitava de 12 etapas para motas e quads, prevista para segunda-feira, devido à morte do piloto português Paulo Gonçalves na tirada deste domingo.

A decisão foi tomada “em conjunto com equipas e pilotos” e surge devido à “consternação” que afetou “sobretudo os pilotos das motas”, pois o português “era uma figura querida da prova, imensamente respeitado tanto pelos veteranos como pelos menos experientes pilotos que o admiravam e se sentiam inspirados por ele”, escreveu a organização, em comunicado.

A anulação da etapa, com partida e chegada em Wadi Al Dawasir, surge “para dar tempo aos pilotos de fazerem o luto” pela morte do piloto português.

A organização anunciou, ainda, uma homenagem que irá decorrer esta noite, no acampamento da prova, e que irá reunir todos os participantes.

Fotografia: Paulo Gonçalves – facebook
[em atualização]